Brasil de Ideias prevê um cenário otimista para o Agronegócio

O Brasil de Ideias, tradicional evento da Revista Voto, recebeu nesta segunda-feira (18) grandes líderes do mercado do agronegócio. São eles Francisco Turra, presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e vice-presidente da Associação Latino-Americana de Avicultura –ALA; Antônio Mello Alvarenga Neto, Presidente da Sociedade Nacional de Agricultura; e Odacir Klein, presidente do Banco Regional de Desenvolvimento – BRDE, que foi secretário da Agricultura e Abastecimento do Rio Grande do Sul, além de presidente do Banrisul.

o presidente do BRDE, Odacir Klein, que abriu o encontro, destacou a importância e relevância do trabalho que o banco realiza para os três estados do Sul. Em especial no fomento do setor, através da participação em grupos de trabalho e também na viabilização de linhas de crédito diretas do BNDES. No atual sistema tributário e de divisão de recursos e impostos, ainda é necessária a ferramenta de incentivo fiscal, visto que os estados travam uma “guerra” para atrair empresas. Ele também ressaltou que o banco tem feito um trabalho de consultoria com seus clientes e que tem se diferenciado por isso. No segmento específico de proteína tem priorizado a inovação e acredita que o investimento estratégico para o setor seja em armazenagem da produção.

Já o presidente da ABPA, Francisco Turra, apresentou dados do setor e seu crescimento. Lembrou que 15% do PIB Brasileiro é proveniente do Agronegócio e que, mesmo em meio à crise política que vivemos, conseguimos manter a produtividade. O comércio mundial, mesmo após a operação carne fraca, passou a enxergar o Brasil como um país capaz de satisfazer a demanda. Turra mencionou o trabalho de relacionamento que foi e é feito juntamente com jornalistas do exterior, a exemplo dos 53 que estiveram reunidos na Expointer de 2017. O ex-ministro finalizou dizendo que “o mundo precisa desesperadamente do Brasil” no que se trata de alimentos e agronegócio.” O clima, a possibilidade de duas a três safras por ano e o investimento em inovação e tecnologia, além do o controle de gripes e febres, nos coloca em posição diferenciada do restante do mundo.”

Ganho de produtividade foi o ponto mais abordado pelo terceiro convidado. O presidente da Sociedade Nacional da Agricultura, Antônio Mello Alvarenga Neto, comentou que é necessário mais investimento em infraestrutura para o escoamento da produção, e que este representa um gargalo do setor. Também destacou a necessidade de desburocratizar o modelo de financiamento em infraestrutura e buscar investimentos público/privado, para atendimento da demanda no tempo necessário. “O Brasil está no caminho do sucesso, mas apenas na metade deste percurso.”

Entre os convidados, estavam importantes ícones do Agronegócio brasileiro, secretários de Estado, deputados e lideranças empresariais. O evento teve o patrocínio da Celulose Riograndense, Braskem e BRDE.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please enter comment.
Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.
Please enter a valid web Url.