Após aumento do diesel, Bolsonaro troca comando do Ministério de Minas e Energia

O presidente Jair Bolsonaro alterou o comando do Ministério de Minas e Energia nesta quarta-feira (11). Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU), Bento Albuquerque foi exonerado, a pedido, e Adolfo Sachsida foi nomeado para o cargo.

Adolfo Sachsida é advogado e doutor em economia pela Universidade de Brasília (UnB) e pós-doutorado pela Universidade do Alabama, nos Estados Unidos. Desde fevereiro, ocupava o cargo de chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia. No Twitter, o novo ministro agradeceu a Bolsonaro pela confiança e a Guedes pelo apoio. “Com muito trabalho e dedicação espero estar a altura desse que é o maior desafio profissional de minha carreira. Com a graça de Deus vamos ajudar o Brasil”, escreveu.

O almirante Bento Albuquerque era ministro de Minas e Energia desde o início do governo Bolsonaro. A troca na pasta acontece dias após o presidente fazer novas críticas à política de preços da Petrobras e os recentes aumentos dos combustíveis — como o reajuste de R$ 0,40 no diesel anunciado na segunda-feira (9). Na semana passada, Bolsonaro chegou a citar o ministro Bento Albuquerque e o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, ao criticar o lucro líquido de R$ 44,561 bilhões da estatal no primeiro trimestre do ano.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please enter comment.
Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.
Please enter a valid web Url.